Acesso Livre Acesso Livre  Acesso restrito Acesso Restrito

Concurso público para cargos da Magistratura e do Ministério Público: a adequada interpretação da norma constitucional de experiência prévia

Thiago Marrara, Paulo Victor Recchia

Resumo


O instituto jurídico do concurso público tem como função precípua a seleção do pessoal para os cargos e empregos na Administração Pública. Afastando-se da lógica patrimonialista, a promoção da eficiência das funções estatais e a necessidade de máxima competitividade no acesso aos cargos e empregos estão intimamente ligados aos princípios democrático e republicano. Contudo, a jurisprudência dos tribunais superiores ainda confunde os requisitos para a investidura no cargo com os da participação no concurso que, além da dúvida quanto ao momento da comprovação desses requisitos, exclui indevidamente do certame candidatos aptos para o exercício da função pública. Para se esclarecer tal distinção, se fará um retrospecto das normas constitucionais sobre o tema, sob o recorte para o provimento dos cargos da Magistratura e do Ministério Público, das normativas do CNJ e do CNMP, além da discussão dos pontos críticos ao posicionamento do STF e a contextualização histórica da Emenda n. 45, no que tange aos motivos que levaram a reforma do judiciário e as regras para ingresso nessas carreiras.


Palavras-chave


concurso público; experiência prévia; contagem de prazos; Magistratura; Ministério Público

Texto completo:

PDF

Referências


FERRAZ, Sérgio; DALLARI, Adilson Abreu. Processo administrativo. 3ª ed. São Paulo: Malheiros, 2012.

HACHEM, Daniel Wunder; GABARDO, Emerson. El principio constitucional de eficiencia administrativa: contenido normativo y consecuencias jurídicas de su violación. Cuestiones Constitucionales: Revista Mexicana de Derecho Constitucional, n. 39, p. 131-167, jul. /dic. 2018.

MARRARA, Thiago. O conteúdo do princípio da moralidade: probidade, razoabilidade e cooperação. In: MARRARA, Thiago (org.). Princípios de direito administrativo. São Paulo: Atlas, 2012.

MARRARA, Thiago. Princípios de processo administrativo. In: BITTENCOURT, Eurico; MARRARA, Thiago (org.). Processo administrativo brasileiro. Belo Horizonte: Fórum, 2019, no prelo.

MOTTA, Fabrício Macedo. Comentário ao art. 37, I. In: CANOTILHO, J.J. Gomes; MENDES, Gilmar F.; SARLET, Ingo W.; STRECK, Lenio L. (Coords). Comentários à Constituição do Brasil. São Paulo: Saraiva/Almedina, 2013.

MOTTA, Paulo Roberto Ferreira; SILVEIRA, Raquel Dias da. Concurso público. In: FORTINI, Cristiana. (Org.). Servidor público: estudos em homenagem ao Professor Pedro Paulo de Almeida Dutra. Belo Horizonte: Fórum, 2009.

RIBEIRO, Lauro Luiz Gomes. Nos concursos públicos para ingresso na Magistratura ou no Ministério Público, a comprovação dos requisitos exigidos deve ser feita na inscrição definiti-va e não na posse. In: DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella; NOHARA, Irene Patrícia. Teses jurídicas dos tribunais superiores: direito administrativo I. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2017.

SOUZA NETO, Cláudio Pereira de; SARMENTO, Daniel. Direito constitucional: teoria, história e métodos de trabalho, 2ª ed. 5ª reimpr. Belo Horizonte: Fórum, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.21056/aec.v20i81.1394

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Thiago Marrara, Paulo Victor Recchia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 1516-3210 | e-ISSN 1984-4182


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Saldanha Marinho, n. 1762, Bigorrilho, Curitiba-PR, Brasil, CEP 80730-060
Telefone: +55 41 3014-0740

E-mail: aec.revista@gmail.com

http://www.revistaaec.com