Tribunal de Contas da União: uma análise quantitativa

Sérgio Guerra, Ivar Alberto Hartmann

Resumo


A atuação do Tribunal de Contas da União vem ganhando maior repercussão nos círculos jurídicos e na opinião pública de maneira geral. A despeito de sua relevância para a ordem democrática brasileira e de seu papel para o controle externo, na fiscalização contábil, financeira e orçamentária da Administração Pública, o Tribunal de Contas da União raras vezes foi objeto de um estudo quantitativo de escala. É fundamental conhecer a realidade quantitativa do trabalho desempenhado pelo Tribunal, especialmente sob o ponto de vista da sua gestão. Esse artigo pretende responder a seguinte pergunta: qual é o perfil de tipo e tempo de tramitação dos processos no TCU nos últimos 25 anos? A metodologia empregada é de análise quantitativa de uma base de dados contendo todos os processos protocolados no TCU de 1994 a 2018, obtida diretamente do site do Tribunal. Os dados permitem identificar duas tendências. A primeira é que a carga de trabalho do TCU, medida pelo número de processos novos, quintuplicou em duas décadas. Não se vislumbra como alternativa de fácil e sustentável implementação que a equipe do Tribunal, incluindo o número de ministros, simplesmente seja ampliada para acompanhar sempre o crescimento do número de processos. A segunda tendência é de melhora significativa na gestão dos processos no TCU, largamente aprimorada com a implementação do processo eletrônico. Ainda que o novo sistema não tenha sido capaz de reduzir para um ou dois anos o tempo de duração de processos de análise de contas – que seria desejável, mas não necessariamente factível dada a complexidade inerente do tipo de processo – seu impacto nas demais classes processuais com grande volume de processos no Tribunal foi altamente positivo.


Palavras-chave


Tribunal de Contas da União; Gestão; Pesquisa Empírica no Direito; Carga de Trabalho; Processo Eletrônico

Texto completo:

PDF

Referências


ARGUELHES, Diego Werneck. HARTMANN, Ivar. Timing Control Without Docket Control: How Individual Justices Shape the Brazilian Supreme Court’s Agenda. Journal of Law and Courts. V. 5, n. 1., 2017.

BACELO, Joice; GRANER, Fabio. TCU analisará bônus de eficiência de auditores. Valor Econômico, 05 ago. 2019. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

BASILIO, Ana Tereza; MARINO, Bruno di. TCU e MPF x OAB: mais uma tentativa de subjugar a advocacia e a sociedade. JOTA, 12 de jun. 2019. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2019.

BITENCOURT, Rafael. TCU determina que Supremo restrinja gastos com diárias. Valor Econômico, 01 ago. 2019. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2019.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Prestação de Contas e Relatório de Gestão. Exercício 2008. Brasília: TCU, Presidência, Secretaria-Geral de Administração, 2009.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Prestação de Contas e Relatório de Gestão. Exercício 2009. Brasília: TCU, Presidência, Secretaria-Geral de Administração, 2010.

BRITTO, Carlos Ayres. O Regime Constitucional dos Tribunais de Contas. Revista Diálogo Jurídico. V. I, n. 9, dez 2001.

CAVALCANTI, Augusto Sherman. Aspectos da Competência Julgadora dos Tribunais de Contas. Revista de Direito Administrativo. n. 237, jul-set, 2004.

CERDEIRA, Pablo. VASCONCELLOS, Fábio. SGANZERLA, Rogério. Três décadas de reforma constitucional: onde e como o Congresso Nacional procurou modificar a Constituição de 1988. Rio de Janeiro: FGV Direito Rio, 2018.

CERDEIRA, Pablo et al. Congresso em números: a produção legislativa do Brasil de 1988 a 2017. Rio de Janeiro: FGV Direito Rio, 2018.

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA. Justiça em Números 2018. Brasília: CNJ, 2018.

FALCÃO, Joaquim et al. Políticas públicas do Poder Judiciário: uma análise quantitativa e qualitativa do impacto da implantação do processo judicial eletrônico (PJe) na produtividade dos tribunais. Brasília: Conselho Nacional de Justiça, 2017.

FALCÃO, Joaquim; ABRAMOVAY, Pedro; LEAL, Fernando; HARTMANN, Ivar A. II Relatório Supremo em Números. O Supremo e a Federação. Rio de Janeiro: Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, 2013.

FALCÃO, Joaquim; BATINI, Silvana; HARTMANN, Ivar; ALMEIDA, Guilherme. VI Relatório Supremo em Números. A Realidade do Supremo Criminal. Rio de Janeiro: Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, 2019.

FALCÃO, Joaquim; CERDEIRA, Pablo; WERNECK, Diego. I Relatório Supremo em Números. O Múltiplo Supremo. Rio de Janeiro: Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, 2011.

FALCÃO, Joaquim; HARTMANN, Ivar A.; ALMEIDA, Guilherme de; CHAVES, Luciano. V Relatório Supremo em Números. O Foro Privilegiado e o Supremo. Rio de Janeiro: Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, 2017.

FALCÃO, Joaquim; HARTMANN, Ivar A.; CHAVES, Vitor P. III Relatório Supremo em Números. O Supremo e o Tempo. Rio de Janeiro: Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, 2014.

FALCÃO, Joaquim; MORAES, Alexandre de; HARTMANN, Ivar A. IV Relatório Supremo em Números. O Supremo e o Ministério Público. Rio de Janeiro: Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, 2016.

FALCÃO, Joaquim. BATINI, Silvana. HARTMANN, Ivar. ALMEIDA, Guilherme. VI Relatório Supremo em Números. A realidade do Supremo Criminal. Rio de Janeiro: FGV Direito Rio, 2019.

FARO, Eduardo Soares da Costa et al. Âncoras de carreira e transformações no modelo de administração: estudo de caso do Tribunal de Contas da União (TCU). Cadernos EBAPE.BR. Vol. 8, n. 4, dez 2010.

FINGER, Ana Claudia. QUETES, Regeane Bransin. Licitações e contratos administrativos sustentáveis como um instrumento de concretização da supremacia do interesse público. A&C - Revista de Direito Administrativo & Constitucional. Ano 14, n. 57, jul-set 2014.

GUERRA, Sérgio (Org.) Regulação no Brasil. Uma visão multidisciplinar. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2014.

HARTMANN, Ivar A. CHADA, Daniel. A razão sem condições de qualidade. VILHENA, Oscar. GLEZER, Rubens (Orgs.). A razão e o voto. Diálogos constitucionais com Luís Roberto Barroso. São Paulo: FGV Direito SP Editora, 2017.

HARTMANN, Ivar et al. O IMPACTO NO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO DA MUDANÇA DE ENTENDIMENTO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SOBRE EXECUÇÃO DA PENA ANTES DO TRÂNSITO EM JULGADO NO HC 126.292/SP - UM ESTUDO EMPÍRICO QUANTITATIVO. Revista de Direito Econômico e Socioambiental. V. 9, n. 1, 2018.

HARTMANN, Ivar et al. Pedidos de Vista no Tribunal Superior Eleitoral. Revista de Estudos Institucionais. V. 3, n. 2, 2017.

HUDSON, Alexander. HARTMANN, Ivar. Can you bury ideology? An empirical analysis of the ideal points of the ministers of Brazil’s Supremo Tribunal Federal. A&C - Revista de Direito Administrativo e Constitucional. Ano 17, n. 68, abr-jun 2017.

JORDÃO, Eduardo. A intervenção do TCU sobre editais de licitação não publicados – Controlador ou administrador? Revista Brasileira de Direito Público – RBDP. Ano 12, n. 47, out-dez, 2014.

LIMINAR afasta obrigação de prestação de contas da OAB perante TCU. Supremo Tribunal Federal, Notícias STF, 12 jun. 2019. Disponível em: . Acesso em: 13 dez. 2019.

NETTO, Jair Lins. Tribunal de Contas: Sempre Combatido, Nunca Conhecido. Revista de Direito Administrativo. n. 200, abr-jun, 1995.

NUNES, Marcelo. TRECENTI, Julio. Reformas de Decisão nas Câmaras de Direito Criminal em São Paulo. Disponível em: . Acesso em 15 jul 2019.

PIRES, Breno. TCU propõe que empreiteiras da lava jato concluam obras públicas inacabadas. O Estado de São Paulo, 13 dez. 2019. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2019.SILVA, Antonio Paulo da. Tomada de Contas Especial: Uma Medida de Exceção no Controle Administrativo. Revista Controle. V. VIII, n. 1, set 2010.

SOUZA, Luciano Brandão Alves de. A Constituição de 1988 e o Tribunal de Contas da União. Revista de Direito Administrativo. n. 175, 1989.

SOUZA, Renato. TCU aponta irregularidades no uso de passagens aéreas no STF. Correio Braziliense, 31 jul. 2019. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2019.

SPECK, Bruno Wilhelm. Inovação e Rotina no Tribunal de Contas da União. O papel da instituição superior de controle financeiro no sistema político-administrativo do Brasil. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2000.

SUNDFELD, Carlos Ari et al. O valor das decisões do Tribunal de Contas da União sobre irregularidades em contratos. Revista Direito GV. v. 13, n. 3, 2017.

TCU avalia pedaladas de Dilma que embasam impeachment: entenda em 7 pontos. UOL Política, 14 de jun. 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.21056/aec.v20i80.1286

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Sérgio Guerra, Ivar Alberto Hartmann

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 1516-3210 | e-ISSN 1984-4182


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Saldanha Marinho, n. 1762, Bigorrilho, Curitiba-PR, Brasil, CEP 80730-060
Telefone: +55 41 3014-0740

E-mail: aec.revista@gmail.com

http://www.revistaaec.com