Mandado de injunção e vedação ao retrocesso: a construção da parametricidade relativa

Vanice Regina Lírio do Valle, Renata de Marins Jaber Maneiro

Resumo


Ultrapassada a questão sobre a natureza da sentença em mandado de injunção, admitindo-se a declaração de inconstitucionalidade por omissão, acrescida da indicação ou criação do critério normativo para viabilizar o exercício do direito, novas indagações surgem. Questão que necessita de maior atenção, ainda pouco debatida na doutrina e jurisprudência, é a relação entre a coisa julgada formada na via injuncional e o advento da lei. Foi pensando em suas imbricações que surgiu o objeto de cogitação deste artigo: aplica-se o princípio da vedação ao retrocesso à legislação regulamentadora superveniente à sentença concessiva da ordem de injunção? Em caso positivo, é possível considerar a existência de relação de subordinação entre o conteúdo da decisão judicial e a lei? Para responder a hipótese, inicialmente, faz-se necessário desenvolver abordagem sobre as teorias quanto à eficácia subjetiva da coisa julgada em sede de injunção, para verificação daquela adotada pela Suprema Corte, e, eventualmente, delimitar o âmbito de aplicação da cláusula de vedação ao retrocesso. Posteriormente, segue-se ao desiderato de sistematizar a relação entre coisa julgada e superveniência da lei, com base em características peculiares atreladas ao mandamus. A conclusão se dá no sentido de que o princípio da vedação ao retrocesso é aplicável em circunstâncias específicas nos limites do núcleo essencial do direito fundamental; concluindo-se, por fim, que o Legislativo poderá restringir os parâmetros normativos do exercício do direito enunciados pela Corte, desde que de forma fundamentada.


Palavras-chave


Mandado de Injunção; Coisa Julgada; Superveniência da Lei; Vedação ao Retrocesso; Parametricidade Relativa.

Texto completo:

PDF

Referências


ANASTÁCIO, Rachel Bruno. Mandado de injunção: em busca da efetividade da Constituição. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2003, p. 109-110).

BARROSO, Luís Roberto. Benefício Previdenciário. Princípio Constitucional da Proteção ao Idoso. Vedação do Retrocesso. In Revista de Direito da Associação dos Procuradores do Novo Estado do Rio de Janeiro, v. XIII, Direito Previdenciário, p. 67-75. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2003.

_____. “Aqui, lá, e em todo lugar”: a dignidade humana no direito contemporâneo e no discurso transnacional. MELLO, Humberto Laport [trad.]. Revista dos Tribunais (separata), ano 101, v. 919, maio de 2012, p. 127-196.

BARBOSA, Leonardo Augusto de Andrade. Armadilhas Constitucionais: estudo sobre a regulamentação do mandado de injunção sob a perspectiva das relações entre Legislativo e Judiciário. In MENDES, Gilmar Ferreira; VALE, André Rufino do; QUINTANS, Fábio Lima (org.). Mandado de Injunção: Estudos sobre sua regulamentação. São Paulo: Saraiva, 2013, p. 281-299.

BENVINDO, Juliano Zaiden. Mandado de Injunção em Perigo: Os Riscos da Abstração de Seus Efeitos no Contexto do Ativismo Judicial Brasileiro. Observatório da Jurisdição Constitucional. Brasília: IDP, Ano 5, 2011/2012.

BORGES, Nilton Alexandre. Os efeitos da decisão do mandado de injunção. Rio de Janeiro: Revista Forense, 2009.

BRANDÃO, Rodrigo. Direitos Fundamentais, Democracia e Cláusulas Pétreas. Rio de Janeiro: Renovar, 2008.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Disponível em .

CÂMARA, Alexandre Freitas. Lições de Direito Processual Civil. 9 ed. rev. e atual. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2003, v. I.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Metodologia “fuzzy” e os “camaleões normativos” na problemática actual dos direitos econômicos, sociais e culturais. In _____. Estudos sobre direitos fundamentais. Coimbra: Coimbra Editora, 2004.

DERBLI, Felipe. O Princípio da Proibição do Retrocesso Social na Constituição de 1988. Rio de Janeiro: Renovar, 2007.

DIDIER JR., Fredie. Curso de Direito Processual Civil: Teoria da Prova, Direito Probatório, Teoria do Precedente, Decisão Judicial, Coisa Julgada e Antecipação dos Efeitos da Tutela. Salvador: JusPODIVM, 2012.

GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Os custos dos direitos (I). Fórum de Direito Tributário, v. 11, p. 57-63, 2013.

HABERMAS, Jürgen. Faktizität und Geltung, Frankfurt/M. 1992 (3 ed, Frankfurt/M., 1994; Between Facts and Norms, W. Rehg [trad.], Cambridge, 1996), p. 315.

HACHEM, Daniel Wunder. A construção de uma nova configuração jurídica para o mandado de injunção. A&C – Revista de Direito Administrativo & Constitucional, Belo Horizonte, ano 9, n. 38, p. 129-166, out./dez. 2009.

HACHEM, Daniel Wunder. Mandado de Injunção e Direitos Fundamentais: uma construção à luz da transição do Estado Legislativo ao Estado Constitucional. Belo Horizonte: Forum, 2012.

JABER MANEIRO, Renata de Marins. Judicialização da política no tocante ao mandado de injunção: protagonismo judicial e sociedade moderna. Acesso à Justiça I: XXIII Encontro Nacional do CONPEDI. Paraiba: CONPEDI, 2014, p. 525-554.

KAUFMANN, Rodrigo de Oliveira. Mandado de Injunção como Poder-Atribuição. In MENDES, Gilmar Ferreira; VALE, André Rufino do; QUINTANS, Fábio Lima (org.). Mandado de Injunção: Estudos sobre sua regulamentação. São Paulo: Saraiva, 2013, p. 300-331.

LIEBMAN, Eurico Tullio. Eficácia e Autoridade da Sentença. In BUZAID, Alfredo; AIRES, Benvindo [trad.]. 3 ed. Rio de Janeiro: Forense, 1984.

MAZZEI, Rodrigo. Mandado de Injunção. In DIDIER JR., Fredie (org.). 5 ed. rev. atua. e ampl. Ações Constitucionais. Salvador: JusPODIVM, 2011.

MENDES, Gilmar Ferreira. Curso de Direito Constitucional. In MENDES, Gilmar Ferreira; COELHO, Inocêncio Mártires; BRANCO, Paulo Gustavo Gonet (org.). 4 ed. rev. atual.. São Paulo: Saraiva, 2009.

OLIVEIRA, Fábio Corrêa Souza de Oliveira. Morte & Vida da Constituição Dirigente. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2010.

PASSOS, J.J. Calmon de. Mandado de segurança coletivo, mandado de injunção, habeas data, Constituição e processo. Rio de Janeiro: Forense, 1989.

PIOVESAN, Flávia. Proteção judicial contra omissões legislativas: ação direta de inconstitucionalidade por omissão e mandado de injunção. 2 ed. rev. atua. e ampl.. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2003.

QUEIROZ, Cristina. O princípio da não reversibilidade dos direitos fundamentais sociais. Princípios dogmáticos e prática jurisprudencial. Coimbra: Coimbra Editora, 2006.

SANTOS, Moacyr Amaral. Primeiras linhas de Direito processual Civil. 17 ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 1998, p. 55.

SARLET, Ingo Wolfgang. Os direitos fundamentais sociais na constituição de 1988. In: PASQUALINI, Alexandre et al. O direito público em tempos de crise: estudos em homenagem a Ruy Ruben Ruschel. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1999.

_____. A Eficácia do Direito Fundamental à Segurança Jurídica: Dignidade da pessoa humana, direitos fundamentais e proibição de retrocesso social no direito Constitucional Brasileiro. Disponível em . Acesso: 21 out. 2014.

SUNSTEIN, Cass; HOLMES, Stephen. The Cost of Rights. Why Liberty Depends on Taxes. New York: W. W. Norton, 1999.

STRECK, Lenio Luiz. Jurisdição Constitucional e Decisão Jurídica. 4 ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014.

SILVA, Virgílio Afonso da. O conteúdo essencial dos direitos fundamentais e a eficácia das normas constitucionais. Revista de Direito do Estado, n. 4, 2006. pp. 23-51.

VALLE, Vanice Regina Lírio do. A Construção de uma Garantia Constitucional: Compreensão da Suprema Corte Quanto ao Mandado de Injunção. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2005.

_____. Constituição e a fênix: o controle da omissão legislativa renasce das cinzas na proteção aos direitos fundamentais. A&C – Revista de Direito Administrativo & Constitucional, v. 35, p. 33-59, 2009.

_____. Dialogical constitutionalism manifestations in the Brazilian judicial review. Revista de Investigações Constitucionais, Curitiba, vol. 1, n. 3, p. 59-89, set./dez. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rinc.v1i3.40515.

_____. Mandado de injunção, um enredo em andamento: seis personagens à procura de um autor. Belo Horizonte: Editora Forum, A&C – Revista de Direito Administrativo e Constitucional, n. 51, 2013.

_____; HUNGRIA, Ana Luiza Hadju. Implementação gradual de direitos socioeconômicos: construtivismo constitucional na Corte Constitucional sul-africana. RECHTD. Revista de Estudos Constitucionais, Hermenêutica e Teoria do Direito, v. 4, p. 226-238, 2012.

VIEIRA de ANDRADE, José Carlos. Os Direitos Fundamentais na Constituição Portuguesa de 1976. 2 ed. Coimbra: Almedina, 2001.

_____. Os Direitos Fundamentais no século XXI. In: PEREZ ROYO, Javier, et al (ed.). Derecho Constitucional para el Siglo XXI: Tomo I. Navarra: Aranzadi, 2006. Disponível em . Acesso: 21 out. 2014.

WAMBIER, Luiz Rodrigues; VASCONCELLOS, Rita de Cássia Corrêa. A Propósito da Proposta Legislativa de Nova Disciplina para o Mandado de Injunção. In MENDES, Gilmar Ferreira; VALE, André Rufino do; QUINTANS, Fábio Lima (org.). Mandado de Injunção: Estudos sobre sua regulamentação. São Paulo: Saraiva, 2013, p. 462-475.

YOUNG, Katherine. The Minimum Core of Economics and Social Rights: a Concept in Search of Content. The Yale Journal of Internetional Law. Vol. 33, p. 113-175, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.21056/aec.v15i62.36

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Vanice Regina Lírio do Valle, Renata de Marins Jaber Maneiro

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN 1516-3210 | e-ISSN 1984-4182


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Saldanha Marinho, n. 1762, Bigorrilho, Curitiba-PR, Brasil, CEP 80730-060
Telefone: +55 41 3014-0740

E-mail: aec.revista@gmail.com

http://www.revistaaec.com